Data Center- Norma EIA/TIA 942

Por: Equipe Técnica da Certtum

A construção de áreas de missão crítica, em que são instalados Data Centers, tem sido um desafio para as diversas empresas que se especializaram no ramo de construção de salas para abrigar equipamentos de processamento de dados.

No início, as práticas adotadas visavam básicamente o atendimento das solicitações dos diversos fabricantes dos equipamentos,  que em muitos aspectos se diferenciavam, fazendo com que as estruturas fossem bastante heterogêneas entre si.

Com o crescimento vertiginoso das solicitações de serviços digitais, a criação de áreas para concentração de equipamentos de TI passou a ser de fundamental importância.

No ano de 2005, através das entidades  TIA-Telecomunications Industry Association e a EIA/Eletronic Industries Alliance, foi lançada uma norma específica para a construçao de Data Centers, que é a EIA/TIA 942-Telecomunications Infrastructure Standard for Data Centers.


Através  desta norma, foram estabelecidos padrões que servem de parâmetro para  elaboração de projetos de Data Centers e que abordam as seguintes áreas:

Arquitetônico, climatização, suprimento de energia elétrica, topologia de cabeamento, caminhos e espaços, sistema de identificação, piso elevado, controle de acesso, detecção e combate de incêndio, iluminação, portas de acesso e recomendações quanto a localização física do Data Center dentro de uma edificação ou do prédio em que este estará localizado.

Esta norma apresenta no Anexo G, uma classificação dos Tiers (níveis) de Data Center. A classificação “Tier” é progressiva, indo do Tier 1 até o Tier 4, sendo baseada na qualificação do conjunto de subsistemas disponibilizados em cada  Data Center.

A possibilidade de escolha do Tier do Data Center, é baseada na realidade de cada cliente, onde a seu crtitério se poderá investir na qualificação de subsistemas que sejam  mais importantes para a sua organização, o Tier final será baseado no somatório destas características e será balizado pelo Tier de menor performance.
A seguir temos as características básicas de cada Tier.         




Data Center Tier I - Básico

Infraestrutura de Data Center em que não há redundância em nenhum dos  subsistemas
 
Características Básicas:
 
•    Passível de parada programadas e não programadas;
•    Equipamentos de TI (switchs e routers) sem fonte de alimentação redundante;
•    Norma EIA/TIA 606 A aplicada na identificação (cabeamento, painéis e conectores);
•    Sem solicitações quanto a proximidade de aeroportos;
•    Porta de entrada com no mínimo 1 x 2,13 metros;
•    CFTV não requerido;
•    Controle de Acesso não requerido;
•    Piso elevado com capacidade de suportar no mínimo 733 Kg/m²;
•    Possui ponto único de entrada de energia elétrica;
•    Pé direito de no mínimo 2,6 metros;
•    Sistema de climatização sem componentes redundantes;
•    Para a realização de manutenções preventicas e corretivas, deverá ser completamente desligado;
•    Não possui sistema de gerador de eletricidade;
•    Há outras caracterísiticas técnicas inerentes a este Tier que neste documento não estão sendo citadas.  
 
Disponibilidade de sites Tier I:
99,67% - Downtime anual permitido: 28,8h
 

Data Center Tier II - Componentes Redundantes

Infraestrutura de Data Center com alguns subsistemas redundantes, porém com uma única entrada  de distribuição elétrica.
 
Características Básicas:

•    Equipamentos de TI (switchs e routers) com fonte de alimentação redundante;
•    Norma EIA/TIA 606 A aplicada na identificação (cabeamento, painéis e conectores);
•    Sem solicitações quanto a proximidade de aeroportos;
•    Porta de entrada com no mínimo 1 x 2,13 metros;
•    CFTV não requerido;
•    Controle de Acesso requerido;
•    Piso elevado com capacidade de suportar no mínimo 857 Kg/m²;
•    Possui ponto único de entrada de energia elétrica;
•    Pé direito de no mínimo 2,7 metros;
•    Módulos UPS redundantes e grupos geradores fazem parte da infraestrutura de alimentação de suprimento de energia elétrica;
•    Há outras caracterísiticas técnicas inerentes a este Tier que neste documento não estão sendo citadas.  
 
Disponibilidade de sites Tier II:
99,75% - Downtime anual permitido: 22,0h

Data Center Tier III - Manutenção simultânea


Infraestrutura de Data Center possuindo componentes redundantes para a distribuição (elétrica e outros sistemas e subsistemas).

Características Básicas:

•    Equipamentos de TI (switchs e routers) com fonte de alimentação redundante;
•    Localização física: distância mínima não inferior a 1,6 Km de aeroportos;
•    Norma EIA/TIA 606 A aplicada na identificação (cabeamento, painéis e conectores);
•    Porta de entrada com no mínimo 1 x 2,13 metros;
•    CFTV requerido;
•    Controle de Acesso requerido;
•    Piso elevado com capacidade de suportar no mínimo 1225 Kg/m²;
•    Possui dois pontos de entrada de energia elétrica;
•    Pé direito de no mínimo 3,0 metros;
•    Módulos UPS redundantes e grupos geradores fazem parte da infraestrutura de alimentação de suprimento de energia elétrica;
•    Há possibilidade de manutenção sem risco de parada do Data Center;  
•    Há outras caracterísiticas técnicas inerentes a este Tier que neste documento não estão sendo citadas.  
 
Disponibilidade de sites Tier III:
99,98% - Downtime anual permitido: 1,6h

Data Center Tier IV - Infraestrutura Tolerante a Falhas

Infraestrutura de Data Center tolerante a falhas, Isto é, possui sistemas redundantes de distribuição elétrica e outros subsistemas.
 



Características Básicas:

•    Equipamentos de TI (switchs e routers) com fonte de alimentação redundante;
•    Localização física: distância mínima não inferior a 8 Km de aeroportos;
•    Norma EIA/TIA 606 A aplicada na identificação (cabeamento, painéis e conectores);
•    Porta de entrada com no mínimo 1,2 x 2,13 metros;
•    CFTV requerido;
•    Controle de Acesso requerido;
•    Piso elevado com capacidade de suportar no mínimo 1225 Kg/m²;
•    Possui dois pontos de entrada de energia elétrica, oriundos de subestações de eletricidade distintas;
•    Pé direito de no mínimo 3,0 metros;
•    Infraestrutura tolerante a falhas, possuindo sistema de redundância em todos os subsistemas;
•    Há outras caracterísiticas técnicas inerentes a este Tier que neste documento não estão sendo citadas.  
   
Disponibilidade de sites Tier IV:
99,9999%- Dowtime anual permitido: 0,8 h

No Brasil, até o presente momento, não temos uma norma específica que aborde  a  construção de espaços destinados a Data Center, em função disto a norma EIA/TIA 942 está sendo adotada como diretriz na elaboração dos projetos em consonância outras normas brasileiras pertinentes, tais como: NBR 5410, NBR 15247,NBR 27002, NBR 11515, entre outras.